Rede Hits FM

MACAÉ
ITAPERUNA
SJB / CAMPOS
PUBLICIDADE

Rio das Ostras: Live gratuita abre Campanha “Faça Bonito “

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email

Rio das Ostras: Live gratuita abre Campanha “Faça Bonito “


Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email
Faça bonito
Foto: ASCOM
Faça bonito
Foto: ASCOM

Em 18 de maio, o Brasil marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Em Rio das Ostras, a Secretaria de Assistência Social em parceria com o CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) realizará uma série de atividades todas as quartas-feiras do mês, ampliando a discussão sobre o tema junto à sociedade e aos profissionais da rede. Na quarta, 4, uma live dará início à ação. O bate-papo ao vivo será transmitido às 16h por meio do Facebook da Prefeitura.

Durante a live “Sensibilização e Enfrentamento à Violência e Abuso sexual” serão levantados temas importantes como orientação para realização de denúncias, o anonimato do denunciante, quem pertence a rede, como identificar crianças e adolescentes que podem estar vivendo em situação de violência sexual, os contatos para denúncia, entre outros. Participarão da transmissão a diretora do Centro de Referência Especializado de Assistência Social – Creas, Giselly Leão, e a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Roseny Ricaldi.

No dia 18 de maio, haverá uma caminhada com usuários do Centro Integrado de Convivência -CIC e trabalhadores da Assistência Social. Veículos de imprensa e as redes sociais da Prefeitura de Rio das Ostras também darão apoio para que a população tire dúvidas sobre o que é, de fato, abuso sexual, e como e por quais canais podem ser feitas denúncias.

O dia 18 de Maio – “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”, instituído pela Lei Federal 9.970/00, é uma conquista que demarca a luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes no território brasileiro e que já alcançou muitos municípios do nosso país.

CAMPANHA – A data de 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade.

O crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje está impune. A proposta anual da campanha é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes. É preciso garantir a toda criança e adolescente o direito ao seu desenvolvimento de forma segura e protegida, livre do abuso e da exploração sexual.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email
PUBLICIDADE

Destaques do dia
PUBLICIDADE
Fique sabendo
PUBLICIDADE
Promoções
Podcasts
PUBLICIDADE