Rede Hits FM

MACAÉ
ITAPERUNA
SJB / CAMPOS
PUBLICIDADE

Ministro da Saúde faz apelo para famílias vacinarem crianças contra a paralisia infantil

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email

Ministro da Saúde faz apelo para famílias vacinarem crianças contra a paralisia infantil


Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email
Ministério da Saúde
Foto: Reprodução
Ministério da Saúde
Foto: Reprodução

Preocupado com a baixa procura das famílias pela vacina contra a paralisia infantil, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, voltou a fazer o apelo para que as famílias procurem os postos de saúde para garantir a imunização das crianças e evitar que a doença retorne ao Brasil. O Estado da Paraíba tem a menor adesão até agora da atual campanha de multivacinação, iniciada em agosto. Apenas 46% das crianças já tomaram a vacina contra a paralisia infantil. Foi também na Paraíba que foi registrado o último caso da doença no Brasil, em 1989. Entretanto, há risco da doença por causa da baixa procura pela vacina, como aconteceu com o sarampo, que foi reintroduzido no país em 2009 por conta do fato das pessoas se sentirem seguras e não procurarem os postos de saúde para tomar a vacina, como explica o ministro. “A medida que as pessoas se sentem protegidas, elas se esquecem que a proteção vem da prevenção. E, no caso dessas doenças evitáveis por vacina, são as vacinas [que previnem]. Nós não podemos deixar que isso aconteça”, declarou.

O ministro da Saúde ressaltou ainda que, com relação ao sarampo, o Brasil está conseguindo erradicar novamente a doença. Ele lembrou que Goiás, por exemplo, tem apenas 54% das crianças vacinadas até agora e o Rio Grande do Sul, 48,8%, mas que é preciso chegar a pelo menos 90% para garantir segurança às crianças. Ele também lembrou que os imunizantes estão disponíveis nos postos de saúde de todo o país. São quase 40 mil salas de vacinação ao todo. As vacinas disponíveis foram compradas com recursos do Sistema Único de Saúde (SUS). O evento também lembrou que a vacina é a única ferramenta que garante segurança contra as doenças. Os pais devem procurar os postos até o próximo dia 9 de setembro. Além da vacina contra a paralisia infantil, é possível também garantir outras vacinas do calendário de vacinação infantil.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email
PUBLICIDADE

Destaques do dia
PUBLICIDADE
Fique sabendo
PUBLICIDADE
Promoções
Podcasts
PUBLICIDADE