Rede Hits FM

MACAÉ
ITAPERUNA
SJB / CAMPOS
PUBLICIDADE

Macaé: Artesãos devem se inscrever para Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email

Macaé: Artesãos devem se inscrever para Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro


Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email
Artesão Macaé
Foto: Divulgação
Artesão Macaé
Foto: Divulgação

A Prefeitura de Macaé e a Secretaria de Estado de Turismo do Rio de Janeiro inscrevem de segunda-feira (13) a quarta-feira (15) os artesãos de Macaé para o Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro. O evento será no auditório da Prefeitura de Macaé, na Avenida Presidente Sodré, 534, das 9 às 16 horas. A expectativa é que 200 artesãos compareçam para fazer a renovação no programa e outros 200 compareçam para se inscrever e retirar posteriormente a Carteira Nacional do Artesão.
– O artesanato é fundamental para contribuir para a identidade cultural da nossa cidade, movimentando a economia turística e mostrando valores, costumes e características do município – ressaltou o secretário de Cultura, Leandro Mussi.

O artesão deverá levar uma foto 3×4, cópias do comprovante de residência, CPF, RG, PIS/PASEP ou a última contribuição do INSS (caso tenha), produtos finalizados (podem ser cadastradas até três técnicas diferentes) e uma peça inacabada para finalização no local.

O Programa segue as diretrizes do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), do Governo Federal. O artesão deverá ler a portaria 1.007/Sei de 11 de dezembro de 2018 da base conceitual para saber se o seu trabalho se encaixa na normalização. O artesão que se inscreveu antes de 2015 precisa atualizar seus dados, levando a documentação necessária.

O ingresso no Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro garante uma série de benefícios como Carteira Nacional do Artesão; participação em feiras do PAB; divulgação; capacitação e qualificação, microcréditos e comercialização e descontos no comércio de 30 a 40%.

– É muito importante que o artesão participe na próxima semana, queremos fomentar essa atividade que é uma verdadeira arte, feita com diversas técnicas, modelos e materiais e uma forma de expressão e preservação da cultura local – comentou Leandro Mussi.

O Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro, coordenado pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur-RJ/TurisRio), tem como objetivo reconhecer a atividade como geradora de desenvolvimento regional e registro vivo da história local. O programa coloca em prática ações que visam o empreendedorismo para os inscritos, além de identificar e mapear a matéria-prima e técnica utilizada pelos artesãos do estado.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email
PUBLICIDADE

Destaques do dia
PUBLICIDADE
Fique sabendo
PUBLICIDADE
Promoções
Podcasts
PUBLICIDADE