Rede Hits FM

MACAÉ
ITAPERUNA
SJB / CAMPOS
PUBLICIDADE

Lua de Sangue triplamente especial será visível neste domingo de todo o Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email

Lua de Sangue triplamente especial será visível neste domingo de todo o Brasil


Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email
(Foto: divulgação)
(Foto: divulgação)

Um eclipse lunar “triplamente especial” enfeitará o céu de todo o Brasil neste domingo (15), a partir das 23h27, avançando pelo início da madrugada. O fenômeno atingirá seu ápice, à 1h11, quando o satélite natural apresentará a tonalidade avermelhada que deu, a ele, o nome de “Lua de Sangue”.O evento durará pouco mais de 3 horas, para se encerrar às 2h55, no horário de Brasília, e poderá ser visto a olho nu.

A equipe do Clube de Astronomia Louis Cruls com apoio de diversos parceiros, está organizando observações do eclipse com auxílio de telescópios em Campos dos Goytacazes, São João da Barra, São Francisco de Itabapoana, Cardoso Moreira, São Fidélis e Santa Maria Madalena. No caso de Campos, a coordenação das atividades estará localizada na Praça São Salvador das 23h deste domingo até às 3h de segunda-feira.

Locais para Observação do Eclipse Total da Lua
Campos dos Goytacazes
Coordenação da Observação: Praça São Salvador
Escadaria da Igreja Nossa Senhora da Penha – Morro do Coco
Colégio Estadual Notival Pedro Moll – Rio Preto

Cardoso Moreira
Praça do Distrito de Outeiro

São João da Barra
Espaço da Ciência – Atafona
Centro Municipal de Educação Avançada de Mato Escuro

São Francisco de Itabapoana
Escola Municipal Dirceu Dias da Silva – Guaxindiba

Santa Maria Madalena
Sede do Parque Estadual do Desengano

São Fidélis
Escola Municipal Albertino Nascimento – Colônia

Fenômeno raro
“A grande vantagem desse eclipse, que chamo de triplo total, é que, além de ser um eclipse total da lua, será totalmente visível em todo o Brasil, de Norte a Sul; de Leste a Oeste. O Brasil inteiro verá esse eclipse do início ao fim, em todas suas fases, na sequência penumbral, parcial, total, e depois retornando à parcial e à penumbral”, disse a astrônoma Josina Nascimento, do Observatório Nacional.

“Outra vantagem é que a Lua estará bem alta no céu, longe do horizonte, bem fácil de ser vista. Agora é torcer para que o tempo fique bom e não atrapalhe esse espetáculo”, acrescentou.

Segundo Josina, o próximo eclipse desse tipo e dessa maneira “triplo total” – eclipse total com todas suas etapas podendo ser totalmente apreciadas na totalidade das regiões de todo o país – só ocorrerá em junho de 2029, entre os dias 25 e 26. “Mas, até lá, teremos vários eclipses parciais”, tranquiliza a pesquisadora.

Além do Brasil, também terão o privilégio de testemunhar essa Lua de Sangue os demais países da América do Sul e toda a América Central. Também será visível em parte da América do Norte, Europa e África.

Os eclipses lunares ocorrem quando há um alinhamento entre o Sol, a Terra e a Lua. “Quando um corpo extenso, como o Sol, ilumina outro corpo extenso – no caso, a Terra –, ocorrem duas regiões de sombra: a penumbra e a umbra. Quando totalmente escura, sem nenhuma luminosidade, essa sombra é a umbra; quando recebe luz em alguns pontos, essa sombra, um pouco mais clara, é a penumbra.

“Quando a Lua entra nessa sombra da penumbra, começa o eclipse penumbral; quando está totalmente na penumbra, é o eclipse penumbral. Quando começa a entrar na umbra, é o eclipse parcial. Quando ela está totalmente mergulhada na umbra, é o eclipse total, e ela toma uma cor avermelhada belíssima. Por isso é chamada de Lua de Sangue”, detalha a astrônoma do Observatório Nacional.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email

Destaques do dia
PUBLICIDADE