Rede Hits FM

MACAÉ
ITAPERUNA
SJB / CAMPOS
PUBLICIDADE

Brasil se recupera mesmo com turbulência internacional, diz ministro

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email

Brasil se recupera mesmo com turbulência internacional, diz ministro


Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email
Guedes
Foto: Reprodução
Guedes
Foto: Reprodução

Enquanto diversas economias avançadas sofrem com a ameaça de recessão, o Brasil está se recuperando, disse ontem (13) o ministro da Economia, Paulo Guedes. Durante evento de comemoração dos 25 anos da Lei Geral de Telecomunicações (LGT), o ministro afirmou que as instituições financeiras têm revisado para cima das projeções do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos no país) brasileiro.

“O país passará o ano revendo para cima as previsões [de crescimento do PIB]. Isso é o contrário do que ocorre nos países lá fora, que estão revendo as projeções para baixo”, declarou Guedes.

Hoje (14), o Ministério da Economia divulgará as revisões das estimativas oficiais para a economia em 2022. A última versão do documento previa crescimento de 1,5% para o PIB deste ano. Segundo a edição mais recente do boletim Focus, pesquisa de mercado do Banco Central (BC) com instituições financeiras, os analistas de mercado acreditam em expansão de 1,59%. A estimativa de alta é por duas semanas seguidas, conforme a publicação do BC.

Como em eventos recentes, Guedes reiterou que o Brasil poderá se consolidar como uma potência energética e de produção de alimentos, em um momento em que o mundo “pode passar por uma guerra em escala mundial”. De acordo com o ministro, existem analistas que destacam a possibilidade de recessão nos Estados Unidos e uma situação ainda mais grave na Europa, com guerra e crise energética.

Expansão do 5G

O evento comemorativo dos 25 anos da Lei Geral de Telecomunicações ocorreu no Ministério das Comunicações. Segundo o ministro Fábio Faria, o sucesso do leilão do 5G, realizado no fim do ano passado, e o início das operações da tecnologia, que começou a funcionar em Brasília na semana passada, são consequência das mudanças do sistema de telecomunicações ocorridas há duas décadas.

Para o ministro das Comunicações, a evolução do 1G para o 5G é um sinal de que o Brasil pode ser fonte de inovações. Isso porque, nas palavras dele, a nova tecnologia criará mais demandas e oportunidades para a economia, resultando na geração de empregos.

Também participaram da solenidade o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, e a presidente da Caixa Econômica Federal, Daniella Marques.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email
PUBLICIDADE

Destaques do dia
PUBLICIDADE
Fique sabendo
PUBLICIDADE
Promoções
Podcasts
PUBLICIDADE